Léxico: «amostra problema»

Não é um problema

 

      «“Tal como em anos anteriores, verifica-se que o número de perfis inseridos para fins de investigação criminal é consideravelmente superior ao número de perfis inseridos para fins de identificação civil. A base de dados é composta sobretudo por perfis de condenados (9128) e por amostras problema para investigação criminal (2455)”, refere o Conselho de Fiscalização da Base de Dados de Perfis de ADN» («Base de dados de perfis de ADN conseguiu 11.774 amostras em oito anos», Expresso, 21.07.2019, 18h59).

      A lei define amostra problema como a amostra (de qualquer vestígio biológico de origem humana destinado a análise de ADN), sob investigação, cuja identificação se pretende estabelecer. E a amostra problema compara-se com quê? Com a amostra referência. Convinha estar dicionarizado: no Público, apareceu grafado com hífen, «amostra-problema» («Mais de 11 mil amostras de perfis de ADN em oito anos», 22.07.2019, p. 17).

 

[Texto 11 834] 

Helder Guégués às 06:45 | favorito
Etiquetas: ,