Léxico: «amotivacional»

Uma desgraça nunca vem só

 

      «A psiquiatra Lia Fernandes, investigadora do CINTESIS [Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde], defende, em entrevista à TSF, que a canábis pode, inclusive, fazer com que os consumidores desenvolvam “síndrome amotivacional”, isto é, “as pessoas ficam muito alheadas da realidade, muito pouco participativas e com défices de atenção, de memória, há uma perda cognitiva absolutamente evidente”» («Perguntas e respostas: O que diz a ciência sobre a canábis?», Sara Beatriz Monteiro, TSF, 17.01.2019, 8h38).

      Embora seja mais provável termos dores de costas, que já se tornaram a primeira causa de absentismo em Portugal, como ainda hoje a revista Sábado lembra, também pode acontecer recebermos um diagnóstico de síndrome amotivacional, e depois, como é? Temos de recorrer ao Dicionário da Real Academia Espanhola, porque nenhum de língua portuguesa regista o adjectivo: «adj. Perteneciente o relativo a la falta de motivación. Síndrome amotivacional.» Miséria, até nisto somos inferiores.

 

[Texto 10 604]

Helder Guégués às 09:28 | favorito
Etiquetas: ,