Léxico: «aquapaisagismo»

Quase nova

 

      «A exposição Florestas Submersas, no Oceanário de Lisboa, foi a última obra do designer japonês [Takashi Amano], considerado pioneiro no aquapaisagismo. Morreu no dia 4 aos 61 anos. O mestre internacional de aquariofilia de água doce deixa uma marca muito própria. Nascido em Niigata, em 1954, Takashi Amano começou por se dedicar à fotografia, em particular de paisagem e natureza, tornando-se depois um especialista na criação de paisagens dentro de aquários, recriando ecossistemas da natureza» («Morreu autor das Florestas Submersas do Oceanário», Marina Almeida, Diário de Notícias, 13.08.2015, p. 42).

  

[Texto 6162]

Helder Guégués às 19:46 | favorito
Etiquetas: