Léxico: «arábica»

Para ficar melhor

 

      Arábica: «diz-se de ou variedade de café (Coffea arabica), que se desenvolve a altas altitudes e possui um aroma intenso, contendo cerca de 1% de cafeína em relação ao total do seu peso», lê-se no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Pode melhorar-se a redacção, sobretudo as «altas altitudes». A «grandes altitudes» já seria melhor. E será mesmo assim? O que leio aqui e ali é que esta variedade se cultiva entre os 500 m e os 2500 m. Enfim, em terras altas, ao contrário do robusta, cultivado em terras baixas. Também seria útil que, na segunda acepção de cereja do mesmo dicionário, que diz «fruto que se assemelha ao das cerejeiras», passasse a dizer «fruto que se assemelha ao das cerejeiras, como o do café quando maduro». Mais: no verbete pergaminho, seria bom que se acrescentasse uma acepção: «nome dado ao endocarpo do grão de café». Se quisermos (queremos?) ser generosos, diremos: «nome dado ao endocarpo do grão de café, uma casca protectora creme e rija em forma de feijão». Por último, porque registam somente as variedades robusta e arábica? O que fizeram da libérica, por exemplo?

 

[Texto 9981]

Helder Guégués às 15:07 | favorito
Etiquetas: ,