Léxico: «árboreo-arbustivo»

Talvez prefiram «shrubby-arboreal»

 

      «No Estudo de Impacte Ambiental do prolongamento da CRIL entre a Buraca e a Pontinha — um projecto altamente polémico, que se arrastou durante anos — ficou definido que as encostas da estrada deviam ter “vegetação densa e barreiras arbóreo-arbustivas”. Mas elas não estão lá. O mesmo se definiu para as zonas circundantes à IC16 no Plano Estratégico de Arborização, aprovado pela Câmara da Amadora em 2013 com o horizonte temporal de 2020. Mas também ali não há árvores» («Alfornelos, uma “ilha de poluição” à espera de árvores», João Pedro Pincha, Público, 9.12.2019, p. 22).

 

[Texto 12 449]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,