Léxico: «arrastão»

Não é para a pesca

 

      «Porém, desde aquele episódio da luta de classes que se tinha travado numa praia de Carcavelos sob a forma de um gigantesco arrastão, mas que afinal nunca teve lugar, não tínhamos sido submetidos a tão grande decepção quanto a empreendimentos insurreccionais» («O medo e o Estado de vigilância», António Guerreiro, Público, 28.12.2018, 7h54).

      Parece-me que há por aí um dicionário que se esqueceu deste concreto arrastão. Sim, podia argumentar-se, frouxa e capciosamente, que está no «esforço brusco que se faz para arrastar; puxão; repelão», mas vão lá exigir esse esforço de inferência ao marciano que ignora quase tudo da nossa língua.

 

[Texto 10 967]

Helder Guégués às 09:15 | favorito
Etiquetas: ,