Léxico: «asinoterapia»

Sejam burros

 

      Ah, sim, já me esquecia: hoje é Dia Internacional do Burro. «Além deste trabalho, o “italiano dos burros” [Franco Ceraolo], como é conhecido na Graciosa, tem mostrado a quem passa pela ilha que estes animais têm potencial turístico para pequenos passeios, terapia (asinoterapia) ou até produção de leite como já acontece na ilha Terceira» («Trabalhou com Fellini e Scorsese. Agora, salva o burro anão dos Açores», Cláudia Arsénio, TSF, 8.05.2019, 8h30).

      Ao contrário de outras pseudoterapias — que me tenho empenhado para que a Porto Editora as repute como tal nas definições —, tudo o que envolve animais (irracionais, porque os racionais são mais perigosos) é terapêutico, e por isso recomendo que a Porto Editora acolha o termo asinoterapia. Sim, já tem hipoterapia (mas, estranhamente, nem hipoterapeuta nem hipoterapêutico), mas este é outro animal. Diga-se, já agora, que se trata do burro anão da ilha Graciosa. Curiosamente, ontem ouvi falar pela primeira vez, na rádio, da raça bovina ramo grande, também dos Açores, no caso, da ilha Terceira. Infelizmente, nada disto vai para os dicionários.

 

[Texto 11 327]

Helder Guégués às 11:13 | comentar | favorito
Etiquetas: ,