Léxico: «austrália»

Espécie invasora

 

      «No concelho vizinho de Caminha, na freguesia de Vila Praia de Âncora, Rosa Parente, de 69 anos, tem dois terrenos limpos, mas ao lado o trabalho ainda está por fazer. “Está cheio de austrálias e não vejo maneira de o limparem. Acho que deviam limpar porque assim não tem muito jeito, uns limparem e outros não”, afirmou, lamentando o custo da limpeza de seis mil metros quadrados» («GNR já levantou 71 autos por falta de limpeza de terrenos», Rádio Renascença, 10.04.2018, 17h03).

      Está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, sim, mas a definição pode ser melhorada e corrigida: «BOTÂNICA (Acacia melanoxylon) árvore de médio porte, nativa da Austrália, da família das Leguminosas, tem copa densa, de formato arredondado ou piramidal, folhas verde-escuras, flores amarelas reunidas em capítulos e madeira dura e compacta, de grande durabilidade». Mais rigorosamente, é originária do Sudoeste da Austrália e da Tasmânia. Podia também acrescentar-se que se encontra em todo o País, incluindo os arquipélagos da Madeira e dos Açores. Como também se podia dizer que é uma espécie invasora, impedindo, onde se encontra – margens de vias de comunicação, linhas de água ou orlas ou subcoberto de áreas florestais –, o desenvolvimento da vegetação nativa. Se podemos dizer mais, porque dizemos menos?

 

[Texto 9030]

Helder Guégués às 19:33 | favorito