Léxico: «babismo»

Por pouco, ficávamos sem palavras

 

      «O fundador do babismo, Mirza Ali Mohámede, foi executado em 1850, o que lhe deu a auréola de mártir» (Árabes e Muçulmanos. Greis Sarracenas e o Islão Contemporâneo, quinto livro, Eduardo Dias. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1940, p. 29).

      E não se refere Eça de Queiroz ao babismo mais de uma vez? Pois fiquem sabendo que não o encontram no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, apenas num bilingue.

 

[Texto 10 006]

Helder Guégués às 14:03 | favorito
Etiquetas: ,