Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «bala tracejante»

É pena

 

      «À noite, Alice ia à janela e via balas tracejantes por todo o lado a cruzarem o céu. Tornou-se demasiado arriscado andar na rua a partir do pôr do Sol e era impossível ficar imune às histórias de violações de mulheres que se ouvia contar» (Os Que Vieram de África, Rita Garcia. Alfragide: Oficina do Livro, 2012, p. 136).

     Balas tracejantes ou traçantes (tracer bullets, para a legião de anglófonos que nos segue). Nos nossos dicionários é que nem traço, nada. Depois exalçam as outras línguas, com léxicos infindáveis. Pois é... E já viram o espectáculo das balas tracejantes durante a noite? É pena aquela merda matar. Demónios na noite.

 

[Texto 8106]

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.