Léxico: «baladesco»

Nem sequer um

 

      «“Todas as eras têm a sua lenda. Se ainda estivéssemos no tempo da poesia baladesca, Lorena Bobbitt teria uma balada”, começava o texto do diário [The New York Times], que como todos os outros na América e muitos outros no mundo, seguiu a história dos Bobbitt e a tornou num fenómeno» («Lorena castrou Bobbitt: uma história de violência doméstica», Joana Amaral Cardoso, Público, 15.02.2019, p. 34).

      Não faltam textos, sobretudo ensaios, em que o adjectivo baladesco é usado, mas os nossos dicionários estão longe, alheados. «Queria pesquisar abadesco?», pergunta o dicionário da Porto Editora.

 

[Texto 10 801]

Helder Guégués às 09:11 | favorito
Etiquetas: ,