Léxico: «basalioma | basocelular»

Não se diz

 

      «Anabela Faria [médica dermatologista] recorda ainda que há diferentes tipos de cancro de pele. Embora o melanoma seja aquele que mais preocupe os profissionais, a verdade é que anualmente são diagnosticados na Região outros cancros cutâneos, nomeadamente dos chamados carcinomas basocelulares (ou basaliomas) ou dos carcinomas espinocelulares. “Este é o cancro de pele não melanoma”, explica. Estes são cancros mais frequentes, mas um diagnóstico precoce leva a 99% de curas. “São situações que têm de ser tratadas e diagnosticadas com celeridade, mas nunca como um melanoma”» («60 casos de melanoma em três anos», Ana Luísa Correia, Jornal de Notícias da Madeira, 11.05.2020, p. 11). O primeiro, basocelular, só está no Dicionário da Língua Portuguesa; o segundo, basalioma, só está no Dicionário de Termos Médicos. Lógica? Em basalioma, diz-se que é o «termo obsoleto do carcinoma de células basais». Então e qual é o termo actualmente em uso? Não será carcinoma basocelular?

 

[Texto 13 409]

Helder Guégués às 09:15 | favorito