Léxico: «batucu»

Mas não em crioulo

 

      Na última edição da revista do Montepio, fala-se do mais recente trabalho de Dino D’Santiago, cuja música «junta vários ritmos numa só batida, do funaná ao afro-house, passando pelo batuku e pela morna». Isto escreve Sara Batista, mas apenas porque não conhece bem a nossa língua. Tanto funaná como morna são — aponte aí — palavras portuguesas. Em vários livros, e até dicionários, vejo batucu ou batuco, e era assim que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora o devia registar. E, contudo, acolhe batucadeira (e batucador, pá?), se bem que a definição não seja muito esclarecedora.

 

[Texto 11 459]

Helder Guégués às 15:44 | favorito
Etiquetas: ,