Léxico: «bico-de-pato»

Também precisamos

 

   «O número de doentes com coronavírus fora da China, nomeadamente na Europa, levou ao aumento da procura de máscaras em Portugal e há quem revele alguma pesquisa sobre a matéria. “Inicialmente, compravam as máscaras simples, agora já nos pediram bicos de pato e uma senhora perguntou se tínhamos FFP2 [com filtros]. Todos os clientes nos pedem máscaras, mas é sobretudo a comunidade chinesa. Só vendemos as máscaras cirúrgicas e temos o stock esgotado, vamos ver se as conseguimos ter segunda ou terça-feira”, explica Ana Várzea, técnica de farmácia e dona do estabelecimento com o mesmo nome, em Lisboa» («Máscaras esgotam nas farmácias, das mais simples às mais elaboradas», Céu Neves, Diário de Notícias, 1.02.2020, 23h32).

      Do dia para a noite, temos aí milhares de portugueses especialistas em epidemiologia: vão à farmácia e pedem máscaras cirúrgicas, máscaras bico-de-pato, máscaras FFP2, etc. Só não pedem bom senso e inteligência porque não se enxergam, e seria sempre em vão. Dicionários do meu país, falta-vos, evidentemente, esta acepção em bico-de-pato: «Shaped like a duck’s bill.»

 

[Texto 12 757]

Helder Guégués às 09:45 | favorito
Etiquetas: ,