Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «bimotor/trimotor»

Tratar da mesma forma

 

      «Talvez o piloto do trimotor Lisboa se tenha lembrado da frase, a 3 de fevereiro de 1936, quando o pequeno avião não pôde descolar do aeródromo de Sintra para Croydon, a sul de Londres, em resultado de os pneus do trem de aterragem e afundarem na lama da pista, ainda muito encharcada pelas últimas chuvas» («1936. Portugal-Inglaterra de avião: o primeiro voo», Ana Pago, Notícias Magazine, 28.01.2018, p. 13).

      Alguma coisa justifica o diferente tratamento lexicográfico dos verbetes bimotor e trimotor no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora? Se não há, poderá haver um dia veículos que não aeronaves com três motores. Uniformize-se.

 

[Texto 8679]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.