Léxico: «biotinta»

Imprima-me aí um coração

 

      «A equipa de Tal Dvir retirou células adiposas de uma pessoa, separaram-nas dos restantes materiais existentes no tecido e fizeram com que se transformassem em células estaminais — com capacidade de dar origem a outras células. A partir daí fizeram com que as células se diferenciassem em células do coração e dos vasos sanguíneos. Depois de misturarem as células com hidrogel criaram uma biotinta para usar na impressora 3D» («Investigadores criaram um coração vivo, que contrai, numa impressora 3D», Vera Novais, Observador, 15.04.2019, 14h51).

 

[Texto 11 193]

Helder Guégués às 14:21 | comentar | favorito
Etiquetas: ,