Léxico: «bola-de-vento»

Para quem não sabia

 

      «No meio de tanta azáfama, alguém dá um encontrão no microfone da SIC, do qual salta a esponja vermelha que identifica a estação. Nisto, o homem que ainda há pouco comparou Sócrates a Deus (“Deus é grande e o senhor também!”), dobra-se para o chão[,] lá apanha a bola-de-vento da estação de Carnaxide, entregando-a [sic] quem de direito» («“Enorme” como Deus, Sócrates foi votar pela primeira vez depois da prisão», João de Almeida Dias, Observador, 4.10.2015).

 

[Texto 6289]

Helder Guégués às 20:01 | comentar | favorito
Etiquetas: ,