Léxico: «cabal»

O enigma

 

      «Nós, os velhos, gostamos de chamar primos aos parentes que já nos são sobrinhos-bisnetos pelos seus justos cabais» (As Três Irmãs, in «Obras de Camilo Castelo Branco», vol. 2, Camilo Castelo Branco. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, 1974, p. 287).

      Esforçamo-nos muito para preservar um património único, não haja dúvida. Uma tristeza. A expressão é encontradiça no século XIX e em Camilo, em concreto, que felizmente se está a reeditar mais (nem sempre com os devidos cuidados, porém), mas como substantivo — na acepção do texto camiliano — não está, tanto quanto sei, em nenhum dicionário. Nem Houaiss, nem Sacconi, nem José Pedro Machado, nada. No caso do dicionário da Porto Editora, até falta o animal fabuloso de Java com este nome. Só conhecem o adjectivo. Deixo-vos o enigma.

 

[Texto 11 032]

Helder Guégués às 21:42 | comentar | favorito
Etiquetas: ,