Léxico: «cagalheta»

Um dicionário asseado

 

      «No Inverno, os caminhos da aldeia [Vilela do Douro] estavam sempre cobertos de mato, onde as cabras iam fazendo as caganitas. Com a chuva e a passagem das pessoas fazia-se a “cagalheta”, que depois de ensacada era vendida para fora ou para adubar os campos. Só no Verão era tudo varrido. A divisão do estrume era pacífica: separava-se o caminho ao meio, metade pertencia às casas de um lado, metade às do outro» (excerto da obra General Loureiro dos Santos: biografia, de Luísa Meireles, que será apresentada amanhã na Assembleia da República, citada no Expresso Diário, 25.06.2018, «Quem pediu a pena de morte no dia 11 de março de 1975?», Anabela Natário).

      Cagalheta. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: ✘. No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✔.

 

[Texto 9496]

Helder Guégués às 20:26 | comentar | favorito
Etiquetas: ,