Léxico: «caixa chinesa»

Um problema e uma solução

 

      A criancinha está aqui ao meu lado a fazer um trabalho para Educação Musical que consiste tão-só em descrever uma caixa chinesa. Ah, não é um instrumento musical tão pobre que não tenha sido usado, por exemplo, por Prokofiev em duas sinfonias. Isso mesmo: não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Sim, pode ser por causa da grafia, mas temos de ver que aquele dicionário acolhe, por exemplo, caixa-clara, «espécie de tambor no qual uma das membranas fica em contacto com duas cordas esticadas (bordões), especialmente usado em marchas militares e geralmente colocado a tiracolo». Sendo assim, porque não a regista com a grafia «caixa-chinesa», que, de resto, é como o vejo nas Normas de Inventário de Instrumentos Musicais, do Instituto dos Museus e da Conservação, e na Eurídice, o órgão de informação e divulgação da Banda do Exército?

 

[Texto 9026]

Helder Guégués às 20:31 | comentar | favorito
Etiquetas: ,