Léxico: «caixão»

Só para engenheiros?

 

      «O navio-tanque tinha 280 metros de comprimento e, na altura de iniciar o movimento de pré-rotação essencial para acostagem na posição de aproado ao mar, a visibilidade seria praticamente nula. “Sozinho, sem auxílio de rebocadores, o navio fez uma rotação lenta para estibordo, ultrapassou uma bóia de sinalização encoberta por nevoeiro e, de repente, embateu com o casco em caixões afundados do cais, rasgando os tanques números 1 e 4”, prossegue a reportagem do Expresso» («Foi há 30 anos que uma maré negra cobriu a costa alentejana», Carlos Dias, Público, 15.07.2019, p. 17).

      Sim, caixões, caixões celulares de betão armado, uma das formas das estruturas dos molhes. Esta acepção de caixão não está nos nossos dicionários.

 

[Texto 11 778]

Helder Guégués às 22:21 | comentar | favorito
Etiquetas: ,