Léxico: «carbocerâmico»

Inovações fora dos dicionários

 

      «Além da imensa redução de libertação de poeira, os iDisc [da Buderus Guss, subsidiária da Bosch] conseguem ser mais eficazes e, sobretudo, resistir melhor ao uso intensivo, revelando um comportamento similar ao dos mais sofisticados, mas onerosos, discos carbocerâmicos» («iDisc. Travam melhor, duram mais e poluem menos», Alfredo Lavrador, Observador, 6.12.2017, 20h31).

      Quem acompanha minimamente as novidades do mundo automóvel já se deparou com — e invejou — este tipo de travões, os carbocerâmicos. Por acaso, a última vez que li a palavra foi a propósito do Seat Leon ST Cupra 4Drive preparado pela Siemoneit Racing, que fica com 520 cv de potência, mais do que o novo Audi RS4 ou o Mercedes-AMG C63 S. Aos dicionários é que carbocerâmico ainda não chegou.

 

[Texto 10 587]

Helder Guégués às 20:53 | comentar | favorito
Etiquetas: ,