Léxico: «carpoteca/espermateca»

Mais dois esquecidos nos museus

 

      Temos vários bancos de sementes em Portugal. O mais antigo é o banco de sementes A. L. Belo Correia, que conserva mais de 3700 amostras de sementes de 1200 espécies e subespécies, e tem sede no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, da Universidade de Lisboa. Nele, há uma carpoteca (colecção de frutos conservada para fins científicos) e uma espermateca (colecção de sementes). Carpoteca o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora simplesmente não conhece; esta acepção de espermateca não a regista. De qualquer maneira, diga-se que nem o culto Houaiss nem o espevitado Sacconi se lembraram desta acepção de «esperma(to)teca». Sacconi, aliás, nem sequer regista «carpoteca». Vergonha.

 

[Texto 10 577]

Helder Guégués às 15:16 | comentar | favorito
Etiquetas: ,