Léxico: «cavacar»

Logo a partir

 

      «Deve a sua arte ao mestre Manuel Raimundo, com quem começou a “cavacar com a enxó” quando decidiu recuperar uma bateira de bicas, um chinchorro que comprou ao sogro por oito contos (40 euros). “Mandou-me serrar um pinheiro, 18 milímetros. ‘Estás um artista’. Começámos a conviver um com o outro. Começou a gostar de mim e eu dele. Começámos a ser amigos. ‘Lança-te, lança-te!’ A malta começou a gostar do meu trabalho. E aqui estou.” A vida de moliceiro “é uma vida muito trabalhosa”. “Era uma vida lixada” que José Rito não troca por nada» («Portugal à vista!», Luís Octávio Costa, «Fugas»/Público, 15.08.2020, p. 2).

      Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, cavacar é somente «1. partir em cavacos 2. escavacar». Não há meio-termo, é logo a partir. Vá lá, afeiçoem lá isto.

 

[Texto 14 049]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | favorito
Etiquetas: ,