Léxico: «cobra-de-ferradura»

Mais comum é esta, e contudo...

 

      «Tratava-se de uma cobra-de-ferradura, uma espécie autóctone, inofensiva para o homem, mas cuja posse é punível a título de contraordenação (variável nos limites mínimo e máximo entre os 249,40 e os 997,60 euros), ao abrigo da Convenção de Berna» («Passeou em Lisboa com uma cobra no braço», R. P., Jornal de Notícias, 26.02.2016, 15h38).

     Também esta cobra-de-ferradura (Hemorrhois hippocrepis), comum de norte a sul do País, está fora do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 11 543]

Helder Guégués às 21:31 | comentar | favorito
Etiquetas: ,