Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «colarinho | subcolarinho»

A taça explicada

 

      «Mais acima, no colarinho, temos o espaço dedicado ao Campeão, e, no subcolarinho, temos os vencedores, os clubes que foram campeões: “estão todos aqui gravados”. Depois, “vemos uma bola... que representa o núcleo, é o que faz girar tudo, é o centro do planeta”. Em redor, temos os sete castelos, que representam as conquistas de Portugal. “Por fim, vemos a forma de uns braços. São a glória. Quando um atleta chega à meta, levanta os braços. No fundo, representam todo o esforço, todos os meses de trabalho, para chegar ao fim e atingir a glória”» [explica Domingos Guedes, da Domingos Guedes, Lda., com sede em Gondomar (São Cosme), empresa responsável pela manufacturação de todas as taças da Federação Portuguesa de Futebol e Liga de Clubes] («Dez quilos de ouro e prata. Os segredos da taça que este ano é do Benfica», Teófilo Fernando, TSF, 18.05.2019, 20h47).

 

[Texto 11 382]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.