Léxico: «conho | conheira»

Partir pedra

 

      «A acção transportadora e a força erosiva dos rios é bem patente nos calhaus rolados ou godos — a sua forma arredondada mostra o efeito do arrastamento sob o leito que acaba por eliminar as arestas. Regionalmente estes materiais são conhecidos por conhos, tendo ampla utilização na arquitectura tradicional, em edificações e muros», lê-se num painel no Ecomuseu do Zêzere, em Belmonte. Assim, ou o conho que vemos no dicionário da Porto Editora é outra acepção ou a sua definição está errada: «penedo redondo e insulado no meio de um rio». Mais: numa área bem mais alargada do que a zona da serra da Estrela, dá-se o nome de conheira ao local onde abundam conhos. Aliás, há ainda outra acepção, pois também se designa por conheira o espaço, habitualmente amplo e escavado, onde há ou houve exploração mineira a céu aberto, também chamado corta. Ora, os nossos dicionários nem sequer registam conheira! Ah, miséria.

 

[Texto 12 288]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | favorito