Léxico contrastivo

Canetada

 

      «Numa canetada, a presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Laurita Vaz, arquivou ontem 143 pedidos de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Todos os habeas corpus seguiam o mesmo padrão e foram apresentados após o embate entre decisões pró e contra Lula do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) no último domingo» («STJ rejeita 143 habeas corpus pedidos a Lula», Metro São Paulo, 12.07.2018, p. 6).

      Diga-se, para começar, que não temos, neste lado do Atlântico, o vocábulo canetada, nem lhe vejo termo correspondente. O apressado que o julgasse sinónimo da locução «de uma penada» estaria muito enganado. O Dicionário Houaiss (Lisboa, 2003) não o acolhe, como nenhum dicionário brasileiro regista todos os matizes de sentido. Por exemplo, este sentido castrense: «comunicação escrita, feita pelo superior, acerca de conduta irregular de subordinado para que seja instaurado processo administrativo» (Dicionário da Linguagem Castrense, Ademir Antonio Minani. Olímpia, São Paulo: edição do autor, 2013, p. 36). Para o Aulete, é a «ação oficial de natureza burocrática, administrativa», acção de canetar, «estabelecer, oficializar, validar por meio de assinatura».

 

[Texto 9608]

Helder Guégués às 19:46 | comentar | favorito | partilhar