Léxico: «cornelho | barbeleira»

Mais duas clandestinas

 

      «Sem certezas sobre o assunto, Rosário Gomes, que, com a mãe Maria da Graça na cozinha, gere a Toca da Raposa, acha que o nome cornelhos estará relacionado com a forma que as vagens adquirem quando são pequenas: “Parecem uns chifres de pequenos ruminantes”. Pode ser. Aqui em Ervedosa a época das favas começa com os cornelhos, salta para a sopa de favas com alface em juliana grossa e termina com o guisado de favas com salpicão da barbeleira, que é um belo pedaço de gordura e pouca carne da papada do porco» («Volta a Portugal por um prato de favas», Edgardo Pacheco, «Fugas»/Público, 9.05.2020, p. 15).

 

[Texto 13 466]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,