Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «criptomnésia»

Plágio e memória

 

      «O criptomnésia (ou memória oculta) foi descrita pela primeira vez por Théodore Flournoy, um professor de psicologia suíço. Este termo é utilizado para descrever o plágio inadvertido, ou não intencional. Nesta situação, uma pessoa cria uma obra, pensando ser original, quando na verdade, já tinha sido exposta à ideia, que ficou armazenada na sua memória, em alguns casos durante anos, mas sem ter essa consciência. A ideia não é reconhecida como uma recordação de experiência passada, mas como uma criação inédita» («Será plágio, coincidência ou criptomnésia?», Carina Freitas, médica, Jornal da Madeira, 17.02.2019, p. 14).

     Não são todos os dicionários gerais que o acolhem, o que não está bem, já que o encontramos num simples jornal. Outras prioridades.

 

[Texto 10 810]

1 comentário

Comentar post