Léxico: «cuidados paliativos»

É aproveitar agora

 

      «Também a Ordem dos Enfermeiros (OE) pede que esta discussão não se antecipe ou sobreponha à necessidade de assegurar uma rede nacional de cuidados continuados e paliativos “eficaz e de fácil acesso”. E apesar de igualmente se posicionar contra todos os projectos de lei em discussão, deixa alguns conselhos aos partidos, para que possam melhorar os diplomas. Desde logo, critica a ausência de enfermeiros no processo» («Pareceres sobre morte assistida dividem-se entre o silêncio e o “chumbo”», Liliana Borges, Público, 17.02.2020, p. 12).

      Também me parece por demais evidente que legalizar a eutanásia é inconstitucional, mas deixemos o debate para os especialistas. Voltemo-nos para a lexicografia. No dicionário da Porto Editora, se encontramos as expressões cuidados continuados, cuidados intensivos, cuidados intermédios, sobre cuidados paliativos, de que ouvimos agora falar a cada hora, nada se diz. É verdade que em paliativo temos uma boa definição, mas não apenas não está no sítio certo, como precisa de uma nova redacção para servir.

 

[Texto 12 828]

Helder Guégués às 10:45 | comentar | favorito
Etiquetas: ,