Léxico: «decil»

Complicómetro

 

      «Resta – e não é pouco – a acentuada perda de rendimentos do decil mais baixo da população, o que terá ficado a dever-se, segundo toda a probabilidade, à redução dos mecanismos assistenciais, do tipo RSI, mas sobretudo – e esta será, penso, a maior lição do aturado estudo de Carlos Farinha – dos problemas estruturais da economia e da própria sociedade portuguesa, os quais começam pelo baixíssimo nível comparativo de educação, ligado por sua vez à baixa qualidade e à precariedade do emprego, com a quebra brutal na construção civil e na restauração» («Desigualdades em Portugal», Manuel Villaverde Cabral, Observador, 24.09.2016, 22h02).

      Há vários aspectos em que sou claramente pouco português, e um deles, porventura o que salta mais à vista, é a nenhuma propensão para complicar. Veja-se a definição de decil no dicionário da Porto Editora: «denominam-se decis 0, 1, 2, ... 10 os valores da variável estatística, tais que 0%, 10%, 20% ... 100% das observações lhe são inferiores». Por comparação, a definição de quartil é simplesmente modelar: «cada uma das divisões equivalentes a 25% de um conjunto de dados ordenados». Já quanto a quintil, também relacionado com a astronomia, desapareceu do dicionário.

 

[Texto 14 597]

Helder Guégués às 08:30 | favorito
Etiquetas: ,