Léxico: «(des)culpabilizante»

Três bons motivos

 

     «O presidente da Assembleia da República considerou “cómico”, mas nem toda a gente achou piada ao descobrir, no final de Junho, como era fácil roubar armamento às Forças Armadas. O mistério à volta da forma como o arsenal foi encontrado (ou devolvido?), até com material a mais, não tranquilizou ninguém. Nem as declarações contraditórias e desculpabilizantes do ministro da Defesa, a quem o Presidente da República espetou nas costas um alvo com a palavra “remodelável” que Costa faz que não vê» («2017. Um ano de A a Z. Tancos», Público, 18.12.2017, p. 11).

     Bem pode o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora registar culpabilizante e desculpabilizante. Estão bem formados, usam-se e fazem falta.

 

[Texto 8483]

Helder Guégués às 20:28 | favorito
Etiquetas: ,