Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «digestão/ correctivo»

O mundo não pára nem espera

 

      «Portugal está muito perto de ter um novo contentor: o castanho, do lixo orgânico. No fundo, o que já acontece em algumas zonas do país com restaurantes e indústrias passará a estar acessível para todos os cidadãos» («Portugueses vão ter um novo contentor de reciclagem em breve: o castanho», Inês André de Figueiredo, TSF, 24.04.2019, 15h03).

      A TSF foi ouvir Ana Loureiro, da Environment Global Facilities, que usou acepções desconhecidas da generalidade dos dicionários, e desde logo do dicionário da Porto Editora: disse que, no processo de tratamento dos resíduos orgânicos, se produz energia eléctrica da digestão desses mesmos resíduos orgânicos, e, na compostagem, o resultado final é um correctivo orgânico, usado na agricultura, florestas, etc. Nestas acepções, digestão e correctivo não estão naquele dicionário.

      Há quem se recuse (se bem que apenas na teoria) a avançar para cá do século XIX no que à língua diz respeito, mas isso é, não apenas indesejável, mas impossível.

 

[Texto 11 250]

1 comentário

Comentar post