Léxico: «encobrimento»

A própria definição está encoberta

 

      «Há uma coisa», afirmou o Prof. Freitas do Amaral na entrevista que deu à TSF, «para a qual a comunicação social — sem querer criticar ninguém — não tem chamado a atenção. Fazem uma encenação para a devolução das armas e tal, claro que foi uma encenação, claro que visou proteger a pessoa que tinha roubado, porque é que quiseram protegê-la, ainda não se sabe, mas há uma coisa que eu ainda não ouvi ninguém dizer, e isso para mim é o mais importante de tudo: é que quer os oficiais da Polícia Judiciária Militar quer os oficiais da GNR de Loulé quer outros oficiais que estivessem a par disto cometeram o crime de encobrimento da prática de um crime. Eles sabiam que houve um crime de furto de armas, sabiam quem foi e quiseram encobrir. Ora, o encobrimento é crime. Isso não tem estado a ser devidamente realçado e eu acho que tem de ser e tem de dar lugar a outros processos, que é o processo a todas as pessoas que pretenderam encobrir o crime.» Nem sequer é realçado nos dicionários que encobrimento é crime. Como o pintam, até parece uma boa acção. Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, encobrimento é o «auxílio prestado ao criminoso para que este se subtraia à acção da justiça». Digam assim: «DIREITO crime que consiste no auxílio prestado ao criminoso para que este se subtraia à acção da justiça».

 

[Texto 10 208]

Helder Guégués às 08:13 | favorito