Léxico: «estilete»

Estiletes sem lâmina

 

      «Rumores que não se deverão confirmar pelas seguintes razões: a Apple prefere continuar a apostar no reconhecimento facial (o Touch ID deverá desaparecer por completo na nova linha apresentada hoje); a tecnologia para os ecrãs dobráveis ainda não está suficientemente amadurecida para a produção em série; a porta Lightning é para manter e é compatível com USB C via adaptador; a Apple considera que os estiletes não fazem sentido nos ecrãs dos smartphones» («iPhone XS, XS Max e XR: hoje é dia de novos iPhone», Sérgio Magno, Exame Informática, 12.09.2018, 10h48).

      Calma, isto são notícias velhas, de Setembro do ano passado. A notícia de ontem foi o lançamento em Portugal do eSIM, o que vem mudar muita coisa. Interessa é reparar nisto: até jornalistas (ou, enfim, curiosos profissionalizados) especializados em tecnologia usam — na Exame Informática, é assim há anos — o vocábulo estilete para designar o acessório com que se escreve numa superfície digital táctil, ao passo que nos dicionários não passa de um instrumento com lâmina fina e pontiaguda. Preferem o anglicismo.

 

[Texto 11 201]

Helder Guégués às 08:18 | comentar | favorito
Etiquetas: ,