Léxico: «estupeta»

Será desta?

 

      «A estupeta é um prato simples, baseado na parte da barriga do atum que se desfia e deixa a estagiar em vinagre, cebola e tomate. No final é regado com azeite e vinagre e só precisa de um copo de vinho e um naco de pão a acompanhar e molhar. Os mormos são outro prato tradicional da região injustamente pouco conhecido. São partes da carne cortada junto à cabeça do atum e vão ao forno com cebola, pimentão e alho, como se de um assado de carne se tratasse. Come-se ainda a espinheta ou espinhata, que é a espinha tirada do peixe quando é desmanchado. Ainda cheias de carne, essas peças são depois feitas em caldeirada ou massada» («A mesa algarvia (muito resumida)», Fernando Melo, Diário de Notícias, 15.08.2018, 17h14).

      A última vez que aqui lamentei que a palavra estupeta, tão conhecida, não estivesse em todos os nossos dicionários — o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não cede — foi no início de Junho do ano passado. E espinheta ou espinhata?

 

[Texto 9804]

Helder Guégués às 17:20 | favorito
Etiquetas: ,