Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «etnoarqueologia»

A espinha dorsal

 

      «Se lhe agrada uma abordagem bastante activa ou exótica, mas não deseja escavar ou fazer prospecção (ou não possui a habilidade ou as verbas necessárias), há muitas outras alternativas: por exemplo, a arqueologia experimental, ou “etnoarqueologia”, ou a investigação em arte rupestre» (Arqueologia — Uma Breve Introdução, Paul Bahn. Tradução de Alexandra Abranches. Lisboa: Gradiva, 1997, p. 16).

      O léxico é, sem qualquer dúvida, a espinha dorsal de uma língua, mas é precisamente neste ponto que falhamos. Nos dicionários, nada.

 

[Texto 10 752]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.