Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «fáscio»

Falemos agora de fascistas

 

      Etc., e tal e «o capitão Jorge Botelho Moniz, que é o do Rádio Clube Português, e este lê uma moção em que se pede ao governo a criação duma legião cívica que se dedique inteiramente ao serviço da nação, tal como Salazar se dedicou, não é de mais que o acompanhemos, à proporção das nossas fracas forças, esta seria uma excelente ocasião para citar a parábola dos sete vimes, que separados facilmente são partidos e juntos formam feixe ou fáscio, duas palavras que só nos dicionários significam o mesmo, e este comentário não se sabe quem o fez, embora não haja dúvidas acerca de quem o repete» (O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago. Lisboa: Editorial Caminho, 1984, 10.ª ed., p. 397).

      Hum... Não sei, não sei. Que dicionários? O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora nem conhece a palavra. José Pedro Machado resolveu o caso de forma concisa: «grupo de fascistas». Tratando-se de um dicionário em papel, tinha de ser assim, pois claro, não havia espaço para dizer que Mussolini, que passara a ser o dux, retomou a saudação romana e reinventou o fascio littorio, e contar o resto.

 

[Texto 9561]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.