Léxico: «ferrarense»

Carrara, Ferrara

 

      «Contém muitas passagens que os ferrarenses suprimiram por motivos que suspeitamos: abreviar ou intensificar uma expressão, aguçar um conceito» (As Saudades da «Menina e Moça», Izabel Margato. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1988, p. 28). ‎

      Nas obras de Umberto Eco também há ferrarenses. No dicionário da Porto Editora, e noutros, evidentemente, só ferreirense (relativo, pelo menos, a Ferreira do Alentejo ou a Ferreira do Zêzere). E, contudo, acolhe carrarense, com que jamais deparei. Diz-se, por exemplo, «mármore de Carrara» e não «mármore carrarense».

 

[Texto 11 005]

Helder Guégués às 15:02 | comentar | favorito
Etiquetas: ,