Léxico: «filarca/filarco/filarquia»

Em vez de entrarem, saem

 

      Realmente, os tradutores e os revisores, e mais aqueles do que estes, naturalmente, estão numa posição privilegiada para compreenderem a importância de termos um léxico alargado. Estou a traduzir um pequeno texto latino e vejo como poucos dicionários actuais acolhem termos que se encontram na literatura de séculos anteriores e, mais e pior, termos que já se encontravam em dicionários mais antigos. Está neste caso, por exemplo, um phylarchus que aqui me aparece no texto. Ora, filarca, filarco, filarquia já estiveram nos nossos dicionários e, actualmente, com outros meios, com o espaço infinito, pode dizer-se, dos dicionários digitais, há dicionários que não os registam. É o caso do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Por outro lado, como seria bom que, vá, 10 % dos nossos tradutores e revisores saíssem do seu egoísmo ocioso e colaborassem com os lexicógrafos. Todos ficaríamos a ganhar.

 

 

[Texto 10 582]

Helder Guégués às 13:40 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,