Léxico: «florescer/florecer»

Não gostamos

 

      A palavra do dia, na Infopédia, é florescer. Pode parecer que nada se pode acrescentar, mas não é assim. Onde pára a variante florecer, abundante na nossa literatura novecentista? São estas omissões nos nossos actuais dicionários que coonestam, dão aparência legítima ou honesta às reedições daquela literatura decepadas das variantes. Um crime. Não sejam coniventes, isso prejudica a língua, prejudica os leitores, prejudica os falantes. A riqueza está na variedade, não na uniformidade.

      «Fez-se um progresso que parece uma pobreza. A mocidade, antes de florecer, enfruteceu uns frutos sorvados que caem de podres antes da sazão» (Quatro Horas Inocentes, Camilo Castelo Branco, in Obras Completas de Camilo Castelo Branco, vol. 15, dir. Justino Mendes de Almeida. Porto: Lello & Irmão, 1993, p. 457).

 

[Texto 11 065]

Helder Guégués às 10:14 | favorito
Etiquetas: ,