Léxico: «glaceado»

Desatentos

 

    «Depois, se desejar algo mais saciante e rico, há algumas maravilhas mais para o fim do capítulo, quando nos aproximamos da tarte de chocolate e manteiga de amendoim, do bolo glaceado de laranja e polenta, e até do bolo de caramelo» (As Delícias de Ella para os Amigos, Ella Woodward. Tradução de Patrícia Cascão. Alfragide: Lua de Papel, 2017, p. 11).

      Ora cá temos mais uma palavra clandestina na língua portuguesa — usa-se, mas os nossos dicionários, ingratos e desatentos, ignoram-na olimpicamente. E, contudo, acolhem glacé.

 

[Texto 11 871]

Helder Guégués às 00:30 | favorito
Etiquetas: ,