Léxico: «graxo»

Crasso, e não é erro

 

      «Além daquele doce de ovos, estão no mercado natas, pastéis de feijão, queijadas de laranja e queques de chocolate sem açúcar, sem glúten, lactose, conservantes e gorduras trans (que contêm ácidos graxos insaturados e são associadas a vários problemas de saúde» («“Ovos-moles” só para quem é intolerante», Zulay Costa, Jornal de Notícias, 26.04.2016, p. 28).

     Não se diz com mais frequência ácidos gordos? A palavra, sinónimo de «gordo», é pouco usada. E talvez mal dicionarizada. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, lê-se que é o mesmo que «gordurento», «oleoso». Pior só o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que não o regista. Crasso e graxo são palavras divergentes, provêm ambas do mesmo vocábulo latino.

 

[Texto 6770]

Helder Guégués às 20:45 | comentar | favorito
Etiquetas: ,