Léxico: «Holocénico»

Agora com calculadora

 

      Começámos o dia com Cenozóico, terminemo-lo com Holocénico: «“As actividades humanas põem os mamíferos de grande dimensão num elevado risco de extinção, e as perdas podem ter graves repercussões nos ecossistemas”, alerta-se no artigo. Para perceber quais as futuras consequências das extinções actuais, estudou-se o resultado dos desaparecimentos de grandes mamíferos entre o final do Plistocénico (há cerca de 12 mil anos) e o Holocénico (época iniciada há 12 mil anos)» («Como a extinção de grandes mamíferos muda os ecossistemas», Teresa Sofia Serafim, Público, 24.09.2019, p. 35).

      Ah, sim, mas a cronologia da Porto Editora aponta para outras datas, pois afirma isto do Holoceno/Holocénico: «GEOLOGIA época geológica que se iniciou há cerca de dez mil anos, correspondente aos tempos actuais». Só esteve alguma vez correcto — mas agora desactualizado — se a Porto Editora redigiu a definição no século IV, pois o Museu de Paleontologia da Universidade da Califórnia, em Berkeley, afirma que o «Holocene is the name given to the last 11,700 years of the Earth’s history — the time since the end of the last major glacial epoch, or “ice age”», e parece-me consensual. Quando eu nasci, já existia a Porto Editora, mas não me parece que seja contemporânea de Alarico I ou de Sigerico.

 

[Texto 12 048]

Helder Guégués às 16:03 | comentar | favorito