Léxico: «intelectualice»

Portugal, meu remorso

 

      Outro Sr. Anónimo: acaba de me deixar um comentário (que obviamente apaguei) ao texto sobre o vocábulo «figureiro», que designa o artesão que cria figuras, bonecos, no caso, os tradicionais bonecos de Estremoz. Uma só palavra no comentário: «Intelectualisses.» (Sim, tinha ponto final, o que nem todos vós fazeis.) Eu podia ironizar, e para isso bastava dar uma pequena volta à palavra «analfabetice». O problema — ou a porra, se não nos importarmos de enveredar pela grunhice — é que os dicionários não registam nem uma nem outra. E, no entanto... «Um cínico observará que o aumento do poder de compra diminui as preocupações com a nação, a identidade nacional e quejandas intelectualices» (Portugal: Meu Remorso de Todos Nós, José Fernandes Fafe. Lisboa: Editorial Caminho, 1993, p. 139).

 

[Texto 10 185]

Helder Guégués às 21:42 | favorito
Etiquetas: ,