Léxico: «japão»

Basta pensar

 

      «Sabendo desta missão [Missão Tenshō, constituída por quatro adolescentes japoneses nobres que visitaram a Europa], o então arcebispo de Évora, D. Teotónio de Bragança, “um homem iluminado e inteligentíssimo”, conseguiu que “os meninos japões”, antes de rumarem a Espanha e posteriormente a Roma (onde chegaram em 1585), passassem por Évora e Vila Viçosa» («O órgão do século XVI que atrai os nipónicos a Évora», Rosário Silva, Rádio Renascença, 24.09.2019, 18h04).

      A Porto Editora, ao dicionarizar japão, só erra numa coisa: não dizer que é também adjectivo. (Mas, Rosário Silva, não se escreve «Tenshõ», mas «Tenshō».)

 

[Texto 12 047]

Helder Guégués às 15:59 | favorito