Léxico: «lagarto-espinhoso-do-kaokoveld»

Embora não mereçam

 

      «A nova espécie vai agora juntar-se a outra que Luís Ceríaco e os colegas de viagens científicas já tinham descoberto noutra expedição no final de 2013, igualmente na província do Namibe — um lagarto-espinhoso. Como nome científico para essa espécie, os investigadores escolheram Cordylus namakuiyus e, para nome comum, lagarto-espinhoso-do-kaokoveld (o kaokoveld é um tipo de habitat desértico, que também está presente na província do Namibe)» («Sapo sem ouvidos descoberto em Angola», Teresa Firmino, Público, 10.08.2018, p. 25).

      Ainda se está para ver se a língua portuguesa não tem termo correspondente para kaokoveld. Veja-se, para não ir mais longe, o caso de inselberg, ali mais atrás. Quantos não dirão que não temos termo em português? É também para esses desamantes da língua portuguesa que temos todos, e sobretudo os lexicógrafos, de trabalhar incessantemente.

 

[Texto 9756]

Helder Guégués às 08:24 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,