Léxico: «lambula | zungar»

Aqui não é zunir

 

      «Maria Fátima prefere vender peixe lambula, que, financeiramente, adapta-se a ela e à maioria dos clientes. [...] Ao lado está a jovem Feliciana, com uma bacia cheia de múcua. Também tem a Cidade do Kilamba como zona de eleição para zungar» («“Zunga” rompe a paz da Centralidade do Kilamba», António Eugénio, Jornal de Angola, 9.05.2020, p. 7).

 

[Texto 13 462]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,