Léxico: «levoverso»

Se compararmos

 

      «Helena ensaia o que já aprendeu em árabe. Há alguns anos que estuda esta língua difícil. É uma das alunas do curso de árabe que é lecionado no Centro de Estudos Luso-Árabes, em Silves. Uma bonita casa cor de terra com traços islâmicos. [...] Apesar da [sic] língua portuguesa ter 18 mil palavras de origem árabe, os alfabetos árabe e ocidental em nada se assemelham – até na forma de escrita, já que o árabe se escreve da direita para a esquerda» («Como o árabe nos ensina tanto sobre nós. Em Silves, há um curso com quase duas décadas», Maria Augusta Casaca, TSF, 9.10.2018, 9h53).

      É verdade, o árabe, tal como o hebraico, escreve-se da direita para a esquerda. É uma escrita levoversa, leio na obra Letras e Memória – Uma Breve História da Escrita, de Adovaldo Fernandes Sampaio (São Paulo: Ateliê Editorial, 2009), palavra que nunca vi em mais lado nenhum. Muito curioso é que o Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora registe levoversão, que diz significar «virado para a esquerda». Basta comparar com a definição de dextroversão para ver como está mal definido: «Versão ou virado para o lado direito.» Mais: não regista o dicionário da Porto Editora dextrorso? Então, não há aqui palavras a mais, mas a menos.

 

[Texto 10 076] 

Helder Guégués às 13:15 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,